Braun Silk-Epil Wet&Dry (Liberdade! Liberdade!)

A uns anos atrás eu escrevi o post “Alforria dos Pelos“, contanto um pouco sobre minha metodologia de depilção, e resolvi fazer um update. Porque? Porque ainda uso essas maquininhas de depilação e não vivo sem!

Aliais, acho uma coisa essencial na vida de seres peludos como eu (obrigadão aê pela genética Italo-Lusa!) ser auto suficiente quando o assunto é depilação!

IMG_6483.PNG

Eu pessoalmente detesto ficar escrava da gilete (se não, dia-sim-dia-nao minhas pernas ficam tipo barba de estivador Grego!), mas detesto mais ainda ficar escrava da logística envolvida no processo de depilação… espera o pelo crescer, marca horário, bate papo com a depiladora, não pode pegar sol, os pelos encravam… enfim, um saco!

Então a exatos 9 anos que sou 100% dependente das maquinas de depilar, e isso passou a dar mais certo ainda quando as marcas lançaram as versões “molhadas” uns anos atrás, pois você pode usa-las no banho!

Ou seja, minha Silk Epil já mora no chuveiro, junto com os shampoos, cremes, sabonetes e afins, e mais ou menos uma vez por semana, dou uma inspecionada na galera e vou depilando os pelos curtinhos que vão nascendo pouco a pouco.

Não é que seja um processo 100% indolor, porque é CLARO que na primeira vez que você fizer vai doer (e com cera quente? Você sente cosquinha?!), mas hoje em dia eu raramente tenho que depilar a perna toda de uma vez só, só uns pelos aqui e outros ali, então não dói mesmo!

Então a cada 2 ou 3 anos eu troco a maquina, pois as pinças vão ficando meio “cegas” e já não depilam tão bem, a bateria vai morrendo e tal, e eles estão sempre lançando novidades!

A minha atual é essa aqui ó, e apesar de não ser barata, pelo menos pra quem mora fora do Brasil (e em Londres! Oh my!) sai o mesmo preço de duas seções de depilação, então vale muito a pena!

Investimento mesmo! Se uma Silk Epil ultima geração custa na casa de 90 Libras, uma seção de depilção num salão furreco em Londres de meia perna + axila + buço não sai por menos de 50 ou 60 libras! (e se incluir virilha nesse calculo, lá se vão mais 30 libras). Pronto, já comprou sua Silk Epil!

Esse modelo novo, além de ser seca&molhada ainda tem pinças ainda mais afiadas, então pescam pelos praticamente invisíveis! Gente é a melhor coisa que existe, serio!

Eu uso principalmente para as pernas, axila e buço (ate porque cera mancha a pele nessas áreas mais sensíveis!), o resto, só se estiver numa situação muuuuito controlada! Hahahahaha!

 

Compras no Japão: Delineador “Eye Tatoo”

Minha maquiagem do dia a dia eh bem básica. Por um lado porque não tenho muito tempo, nem paciência e nem necessidade, afinal, trabalho o dia todo no escritório de um banco (que convenhamos é bem chato) e não num desfile de moda  :-)

Mas ainda assim não dispenso uma makezinha todos os dias pela manha, só pra dar aquele efeito bem “oi, nasci assim”, e esconder olheiras, amenizar a palidez do inverno e tals.

Eu já falei algumas vezes aqui no blog sobre minha rotina de maquiagem no dia a dia (aqui e aqui, por exemplo) , e como tem que ser pratica e rápida (e 99% dos dias acabo fazendo minha maquiagem já no trem, a caminho do trabalho, então não rola ter que usar mil pinceis, um milhão de técnicas de esfumaçar nem nada, etc).

E tirando corretivo e blush (e mais recentemente, bases) o único outro item que não dispenso é o delineador.

Uma coisa tão simples, mas que faz tooooda a diferença no rosto. As vezes eu ate deixo de usar rímel, mas raramente não uso delineador.

Então, estou sempre a procura de novidades. Opções que sejam mais fáceis de usar e que durem mais (na embalagem e nos olhos).

Então logo que cheguei ao Japão, reparei que eu e as Japonesas compartilhamos vários itens em comum no ritual de beleza, e entre eles, o delineador é praticamente onipresente!

IMG_6259.JPG

Praticamente impossível ver uma menina nas ruas de Tóquio que não esteja de delineador (e elas também adoram uns cílios postiços, mas isso eu dispenso).

Mas não tinha referencias nem indicações de marcas que fugissem as opcoes internacionais, que achamos em qualquer lugar do mundo…

Ate que em uma das minhas muitas sessões de desbravamento em farmácias de Tóquio, achei uma marca que tinha tradução em Inglês e o nome me deixou intrigada: Eye Tatoo, ou “tatuagem dos olhos” prometia fácil aplicação, e efeito duradouro por ate 24 horas. Como era baratinho, não titubeei e comprei.

Logo na primeira usada no hotel, eu amei e já comecei a catara todas as outras farmácias da cidade ate achar mais e conseguir fazer um estoque pra trazer para Londres! (e ainda comprei pra mãe e pra irmã também!)

IMG_6258.JPG

O aplicador eh um misto de pincel com canetinha, e a tinta bem liquida, mas com textura de gel (ate então minha opção preferida).

O que eu mais gostei na canetinha eh como ela desliza bem na pele, mas sem nunca acabar a cor, sem “falhar” sabe? Do começo ao fim do olho, ate o rabinho do “gatinho” sem ter que virar de lado na caneta, ou reaplicar o pincel no potinho em gel.

Quanto a durabilidade, o meu maior medo era que ele seria desses produtos que você praticamente precisa de um solvente industrial pra conseguir limpar, sabe? (Hello rímel a prova d’agua da Lancôme!)

Mas apesar de ficar bonitinho no lugar o dia todo, achei bem fácil de retirar no fim do dia (e eu nem sequer uso demaquilante, uso apenas uma gotinha de shampoo johnson para lavar os olhos e voila!).

Meu maior teste de durabilidade, na verdade, nem sequer eh o risquinho mesmo, e sim se o rímel iria “carimbar” minhas pálpebras… Vocês tem esse problema? Ai, acho um saco! Sempre que uso um rímel mais marcante, ou um delineador mais molhado, ou lápis de olho, acabo com uma linha “carimbada” na pálpebra superior dos olhos… Mas com o Eye Tatoo isso não aconteceu!

Eu tenho usado o delineador basicamente todos os dias desde que comprei em Abril desse ano em Tóquio, e a primeira embalagem continua firme e forte! Então veremos quanto tempo meu estoque vai durar!

Esmalte da semana: Rimmel London Rapid Ruby

Volta e meia eu posto no Instagram alguma foto do meu ritual (quase) semanal de auto-manicure (que ainda vou falar com mais calma de novo aqui no blog), mas o esmalte dessa semana vez sucesso!!

IMG_6313.JPG

Bem, a marca é Rimmel London, bem baratex e que vende em qualquer Boots, e a cor é “Rapid Ruby”, um vermelho meio fechado, porém vivo, lindo de morrer.

IMG_6334.JPG

Engraçado que eu já tinha usado esmaltes da Rimmel antes, e detestei! Então nunca mais esperimentei nenhum, e meio que evito a marca como um todo (no fundo as maquiagens deles sao beeeem vagabundinhas).

Mas dessa vez estava procurando uma cor bem especifica… Eu sei, eu sei… É apenas mais um vermelho (geralmente só uso esmalte escuro mesmo), e queria um vermelho que fosse fechado, porém ser ser puxado pro vinho… #ClasseMediaSofre

Então dia desses estava dando mole na Boots, e achei a tal cor bem na vitrine da Rimmel. Como era baratinho resolvi arriscar de novo.

IMG_6333.JPG

Sabe o que mais gostei, de cara? Da textura do esmalte!! Que cobertura é essa?!
Super grossinho, mas sem marcar nem empelotar, e bastou uma única camada e pronto! Unhas perfeitamentes pintadas!

O que foi otimo, pois só fui ter tempo de fazer as unhas as 10:30 da noite na quinta-feira!
E de bônus, ele ainda é da linha “60 seconds” da Rimmel que – supostamente – seca em 60 segundos, mas como geralmente só tenho tempo de fazer as unhas tarde da noite, nunca arrisco e sempre uso aqueles sprays secantes (que faço verdadeiros estoques quando vou ao Brasil e nunca achei lra vender aqui!).

Nexxus Emergencee – Tratamento de Proteina para os cabelos

Eu sei que esse blog as vezes fica meio mono-temático: quando não estou falando de pele, estou falando de cabelo. E vice e versa.

Mas realmente são as duas áreas no mundo da beleza que eu realmente AMO, e são as duas partes de mim mesma que mais adoro cuidar. Passo horas cuidando da pele, escolhendo os produtos a dedo, seguindo todos os 37 passos sugeridos pela dermatologista… #brincadeirinha

E com os cabelos eh a mesma coisa: cremes, massagens, tratamentos, mascaras… o que tiver de novidade no mercado, eu to querendo!

Se eu fosse dessas peruas que não fazem nada da vida, com certeza eu ia VIVER no salão, fazem mil e uma coisas e tratamentos, escovas e penteados! Mas como o temposobrando é uma coisa rara em minha vida, acabo me divertindo em casa mesmo, experimentando novos produtos, encontrando novas maneiras de cuidar de meus cabelos (principalmente agora que esta super compridão!).

E foi numa dessas andanças de site em site, review em review que descobri o Nexxus Emergencee Reconstructor.

20140806-163927-59967647.jpg

Ele eh um tratamento reconstrutor, com uma dose super-power de proteína e queratina e mais vários ingredientes nerds-belezisticos (ai! Meus preferidos!) que ajudam a fixar nas áreas danificadas dos fios.

O modo de usar eh super simples: Lave os cabelos (de preferência com um shampoo anti resíduos para abrir as escamas e remover resíduos – eu uso um baratex da Pantene mesmo), aplique o Nexxus Emergencee Reconstructor no comprimento dos fios, deixe agir uns minutos (a embalagem recomenda apenas 2 a 5 minutos, mas lendo resenhas on line, tem gente que dorme com ele, ou coloca touca térmica, ou esperam 20 minutos, etc… enfim, varía), depois lave de novo com um shampoo hidratante, e finalize com um condicionador ou mascara super hidratante.

É importantíssimo finalizar o processo com uma marcara hidratante, pois a proteína do produto, ao reconstruir os fios, endurece os mesmos, podendo deixar o cabelo com aspecto “duro” e pesado. Então o combo shampoo + mascara hidratante, restaura a manageabilidade dos fios e sela a proteina.

A verdade verdadeira eh que meu cabelo não é tão danificado assim, então não dava pra esperar efeitos transformadores, mas tenho gostado bastante do efeito que ele da, e realmente ajuda a fortalecer bastante as áreas onde tenho química (luzes e reflexos nas pontas), evitando um efeito frizado e dando muito brilho!

(Até coloquei uma foto da minha viagem a Budapeste, que por acaso tinha acabado de fazer uma seção Emergencee e olha o brilho da cabeleira!)

Então quando faço, eu foco apenas nas pontas (onde tem luzes) e na parte da frente da franja (onde seco com secador com mais frequência), e isso vai dando uma fortalecida em áreas que, caso contrario, ficariam bem sofridas!

Otimo tambem pra fazer antes e depois de quimicas, ou antes e depois de ferias na praia, por exemplo!

A Nexxus eh uma marca profissional super difícil de achar, mas aqui em Londres encontro com facilidade na Amazon ou no eBay.

Viajei assim: Casamento na Espanha

Semana passada eu viajei para Oviedo, no norte da Espanha para o casamento de uma amiga muito querida.

Mas logo que recebi o convite ja comecei a me preocupar com o que vestir! O motivo era simples: ano passado (ou no outro?) outra amiga se casou em Coimbra, Portugal e eu passei muuuuuuito mal de calor!! Afinal essa epoca de verao no sul da Europa faz um calor descomunal, coisa que ja nao estou mais acostumada depois de 9 anos em Londres, mas principalmente porque minhas roupas e vestidos de festa sao quase todas daqui da Inglaterra, entao sempre tem uma manguinha aqui, um renda ali, um tecido mais encorpado… ou seja, uns detalhes que quando esta fazendo 41 graus em Portugal (ou na Espanha, nesse caso!) voce acha que vai morrer de insolacao! (ah! A maioria do casamentos na Europa sao durante o dia…)

20140801-151937-55177778.jpg

Entao estava na missao de achar um vestido bonito, porem fresquinho pra levar pra Espanha, e quando bati os olhos desse vestido preto&branco da River Island, nao deu pra resistir e levei na hora!!

20140801-151938-55178145.jpg

O estilo eh meio “bandagem” que geralmente nao gosto muito nao, mas como o modelo dele tem essa saia mais rodada, vestiu super bem, sem ficar uma cosia muito gata-goxxxxtosa dos bandagens.

A combinacao de cores ficou sobria, porem moderna, e eu simplesmente amei e fiquei a noite toda com vontade de ficar rodopiando minha saia!

20140801-151938-55178496.jpg

Depois eu vou fazer com calma um outro post sobre a diferenca “cultural” entre como se vestir em casamentos Europeus, que eh beeeem diferente do que estamos acostumados no Brasil (e o que me fez pensar nessa diferenca foi o fato de algumas convidadas, do lado do noivo que eh Colombiano, irem pro casamento de longo, brilhos, petes, cabelo feito no salao e afins – coisas que no Brasil seria super normal numa festa de casamento, mas que as amigas Europeias acharam um exagero e peruagem sem fim, e foi o tema da noite! Hahahaha).

20140801-151938-55178850.jpg

Mas voltando ao meu vestido, como algumas leitoras pediram pra mostrar mais detalhes, perguntaram de onde era o vestido, a bolsa e afins, aqui estao as fotos!!

 

Vestido: River Island

Bolsa: Miu Miu

Colar: Zara

Sapato: Louboutin

P.S. Nossa, eu sou a pior fashion-blogger-wanna-be que existe ne?! Tem alguem mais desengoncada tentando posar na frente de um espelho??! E o marido-fotografo que sempre corta meu pe nas fotos?! Com direito a quarto zoneado de hotel e tudo mais…

Mas tudo bem, o que importa mesmo eh a lindeza do vestido! Ja to querendo outra festa logo so pra poder usar de novo!

Bobbi Brown Skin Foundation Stick – base em bastao

Quem acompanha o blog a bastante tempo, ja me ouviu (leu?!) repetindo varias vezes: eu gosto de cuidar da pele justamente pra ter uma pele bonita sem ter que usar nada. Um efeito bem natural e “nasci assim” mesmo, sabe? (por isso tambem quase nunca falo sobre maquiagem… gosto mesmo de um efeito natural, cara lavada).

20140801-095301-35581237.jpg

Sempre achei (e ainda acho) que nao adianta usar a base mais cara e poderosa do mundo, se por baixo, a pele esta um caco.

Por isso uso – religiosamente – filtro solar todos os dias, nao descuido da alimentacao, hidratantes, acidos e afins, e sou fiel a mesma dermatologista desde os 17 anos.

Mas depois da gravidez, os hormonios deixaram suas marcas: duas manchinhas, uma em cada bochecha, que apesar de que provavelmente so sao visiveis a mim mesma, eu abomino!

Minha dermato no Rio (Dra Marta Casales, ja que sempre perguntam!) fez um excelente trabalho e consegui apagar as marquinhas quase 100% em alguns meses – porem manchas de melasma sao “apagaveis”, mas nao “curaveis” – ou seja, elas podem ate estar invisiveis, mas uma vez instaladas, o estrago ja esta feito.

Pois bem, bastou um unico diazinho de sol – esquiando em pleno inverno! Argh! – para as manchas voltarem! Eu estava com filtro solar 50 super-power, mas cometi um grande pecado (que ate entao eu nao tinha nem ideia!) da luta contra manchas: protecao fisica.

Ou seja, nossa pele precisa ficar protegida de duas maneiras: uma protecao quimica, com um filtro solar de fator alto; e uma protecao fisica, que nada mais eh do que uma “cor” na pele. E nesse dia, esquiando na Italia, eu ate repassei o filtro solar na montanha, mas nao repassei a base (que por acaso estava usando, mas nao eh sempre que usava), e com o esfrega-esfrega do oculos de esqui, a protecao na area critica (minhas macas do rosto) foran-se embora!

Entao aprendi a licao: sair de casa sem base, nunca mais!

20140801-095300-35580877.jpg

Eu ate tinha algumas bases em casa, que usava mais ou menos, mas geralmente so usava base quando fazia alguma maquiagem mais pesada, de festa. Entao sai a procura de uma opcao que oferecesse essa barreira “fisica” a pele, mas que ao mesmo tempo tivesse um efeito “nao estou usando nada e nasci assim” que eh o que gosto na pele do dia a dia (se alguem conseguir reparar que estou com base na pele, pra mim isso eh o fim!).

Ate que um dia, estava matando hora no aeroporto por causa do um voo atrasado, e resolvi aceitar o convite de uma das vendedoras do free shop e testar a nova base da Boobi Brown, A Skin Foundation Stick. #AiComoAdoroUmFreeShop

Ela testou umas 3 cores, ate achar o tom perfeito, que “some” na minha pele (minha cor eh a “Warm Beige” numero 3,5), espalhou com um pincel e pronto. Fui dar uma voltinha no aeroporto e “sentir” minha pele, me olhar em outros espelhos e outra luz. Mas de cara me conquistou!

A consistencia eh super sequinha, com acabamento levemente em po (geralmente nem preciso de po depois, e se estiver calor, uso so um pouquinho na zona T), e sei la, “integrada”. Sabe aquele tipo de base que voce passa na pele e “enxerga” ela la? “Em cima” da pele? Pois eh, essa nao! Parece ate que foi absorvida!

E sem falar que eh super pratica ne: a embalagem em bastao eh super compacta, cabe em qualquer canto, e na hora de passar eh so dar um risquinho na testa, outro nas bochechas, e uma pontinha no nariz e queixo e espalhar com pincel (uso um dual fiber, pois acho que o efeito eh melhor). Ou seja, pele feita a caminho do trabalho em 30 segundos!

Viajei assim: Primavera na Polonia

A medida que os comentarios perguntando sobre minhas roupas ou pedidos de posts sobre o vestir em determinadas viagens vao aumentando, quero deixar claro: as fotos sao (e sempre serao) bem amadoras e nao consigo ficar fazendo aquelas caras de paisagem dos blogs de moda.

E a ideia eh sempre mostras opcoes de pecas e montagens de looks que possam ser usados em viagens, principalmente em climas, estacoes e temperaturas que os turistas brasileiros(as) tem dificuldade de adaptar para relalidade tropical – ou seja, nao sao montagens “fashion”, e sim ideias praticas, reais e confortaveis para voce conseguir curtir sua viagem numa boa e de quebra ainda sair bem nas fotos da viagem!

Entao quando eu postei no Instagram as fotos do fim de semana que passei em Varsovia na Polonia com algumas amigas, recebi mais um monte de comentarios e perguntas sobre o que estaba vestindo:

Bota: Primark

Calca: Harvey Nichols

Malha: Zara

Blazer: Zara

Bolsa: Balenciaga